Páginas

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Evoluções, mudanças e um dia de cada vez...

Na estufa, no campo, tudo corre a seu ritmo...
Ou ao ritmo a que posso andar...

As couves estão em flor... um ano depois do inicio desta aventura!

Estufa arranjadinha, antes da tela...

aqui ainda antes da tela, mas com algumas das plantinhas que por lá andam

a flor da oliveirinha

a saga da tela

tela parcialmente aplicada

tela quase no sitio, faltavam os grampos...

Os primeiros a ir para a terra...

os segundos...

A sementeira feita no fim de semana da páscoa...

a do fim de semana que passou...

muitos moranguinhos a aparecer

as outras plantinhas

as sementeiras mais antigas...

aqui, fora da estufa, a lavandula, e os recém encontrados morangos silvestres! (muitas expec


Os pequenos mudaram esta semana de infantário... Muitas mudanças, novas rotinas, novos laços... Com pena de alguns laços que se fragilizaram, mas certamente a mudança é para melhor, pelo menos no que diz respeito à mais velhinha...

E ainda há mais novidades... mas fica para outra vez...

Até à próxima!

5 comentários:

  1. Os miudos adaptam-se rápidamente, vais ver. quanto á estufa é facil depois escoar os produtos?
    Boa sorte nas colheitas

    ResponderEliminar
  2. Olá Pinta!
    Realmente tens razão! Os miúdos já se adaptaram quase completamente!
    Quanto à estufa, realmente fazes uma boa pergunta, à qual não sei responder... Não sei qual será a rentabilidade (a nível de produtos/quantidades) da estufa, nem se vou vender, como vender... A principal motivação desta "brincadeira" foi saber, em casa, o que comia e a qualidade dos produtos, com mais bichos, mas sem químicos...
    De qualquer forma, por aqui pelo blog vou continuando a mostrar/contar as minhas peripécias...
    Beijinhos e obrigada!

    ResponderEliminar
  3. Que bem que está a ir a estufa e sim mesmo que não vendas terás um grande bonus em ter comidinha saudável com menos ou nenhuns quimicos :))

    ResponderEliminar
  4. O trabalho da estufa vai a bom ritmo! A tela é ótima para evitar as ervas daninhas e a plantação torna-se muito mais fácil e organizada.
    As mudanças fazem parte da vida e os miúdos normalmente adaptam-se lindamente a elas. Às vezes melhor que nós!
    Respondendo à tua questão sobre a Erva de São Roberto, ela não tem contra-indicações assinaladas. Nos livros que pesquisei, não referem toxicidade da erva e só num site já antigo é que vi uma referência a um cuidado especial, para pessoas que tenham problemas de estômago, para não exagerarem nas infusões. Mas como a maioria das aplicações é considerado de uso externo (gargarejos, cataplasmas e outros que referi) não se coloca muito essa questão.
    Beijinhos e uma boa semana :*
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Obrigada!
      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar